Atividades do ano letivo 2019-2020

Participação no Mega-Sprinter distrital

O AETTR teve mais uma excelente participação numa atividade do programa nacional de Desporto Escolar, com quatro campeões na fase distrital do Mega-Sprinter, no dia 6 de março, em Viseu. À semelhança de outros projetos do Desporto Escolar, o Mega-Sprinter pretende identificar atletas talentosos, em todas as escolas do país, nas modalidades de corrida de velocidade (Mega Sprint), corrida de 1 Km (Mega Km), salto em comprimento (Mega Salto) e lançamento do peso (Mega Lançamento). Assim, depois de uma competição ao nível das escolas, os vencedores são apurados para participar na fase distrital, seguindo-se uma fase regional e depois nacional.

O AETTR levou das suas 3 escolas uma delegação de cerca de 60 alunos para participar nestas 4 provas distintas, nos diferentes escalões. Além da excelente adesão dos nossos alunos e do desportivismo com que encaram estas atividades, poderemos destacar também alguns resultados de excelência. Entre diversos alunos medalhados, temos 4 alunos que venceram a todos os outros do distrito na sua categoria. A saber, da ES de Tondela, o Francisco Rodrigues, no escalão infantil B, e o António Carlos, no escalão iniciado, ambos no Mega Sprint; o Tiago Clamote, no escalão juvenil, na prova do Mega Km, e, da EB de Campo de Besteiros, a Lara Henriques, no Mega Salto.

Numa altura em que todas as atividades de Desporto Escolar estão adiadas, como medida de prevenção, estes alunos aguardam marcação de novas datas para a fase regional, após a regularização do avanço da epidemia que se abateu sobre o nosso país, que esperamos ver acontecer em breve.

 

Potencialidades e desafios da Serra do Caramulo: do contexto à sala de aula

Foi este o tema escolhido para o seminário deste ano, organizado pelo CEISCaramulo em parceria com o Agrupamento de Escolas de Tondela Tomaz Ribeiro, o CFAE-Planalto Beirão e a Câmara Municipal de Tondela. O seminário contou com três painéis onde foram abordados temas relacionados com a educação ambiental e a educação para a sustentabilidade. A pretexto da apresentação pública do “Guia da Flora Vascular da Serra do Caramulo”, da autoria de Pedro Ribeiro, foram apresentados outros projetos com significância para o território da serra do Caramulo e que podem ser utilizados para potenciar o processo ensino-aprendizagem.

Na sessão de abertura estiveram presentes o presidente da CMT, José António Jesus, o presidente da Junta de Freguesia do Guardão, António Ferreira, o diretor do AETTR, Júlio Valente, a diretora do CFAE-Planalto Beirão, Rosa Carvalho, e o presidente da direção do CEISCaramulo, Luís Costa.

No primeiro painel, João Carlos Figueiredo, coordenador da ADICES, apresentou o projeto de parceria que permitiu a edição do Guia e, de seguida, o autor convidou os presentes para uma viagem virtual pela serra do Caramulo, para conhecerem alguns dos exemplares que constam do referido guia. Importa referir que este guia nasceu do desafio lançado pelo CEISCaramulo ao autor, Pedro Ribeiro, que, em colaboração com Margarida Morgado, “meteram mãos à obra”. Graças à parceria com a ADICES, foi possível encontrar o financiamento necessário para concretizar o projeto. O “Guia da Flora Vascular da Serra do Caramulo” pretende ser um suporte útil e prático para facultar informação sobre a diversidade da flora vascular da Serra do Caramulo, quer para o trabalho em contexto educativo, escolar e académico, quer para o comum cidadão, porque proteger a biodiversidade é um imperativo de todos. A segunda edição deste guia teve o patrocínio da ENERGETUS e pode ser adquirido através do CEISCaramulo (ceiscaramulo@gmail.com).

No segundo painel, "Intervir e agir na Serra do Caramulo: caminhos desenvolvidos e a desenvolver", moderado por Margarida Morgado, foram apresentados os projetos do CEISCaramulo, pelo presidente da direção Luís Costa, da associação Montis, pela Margarida Silva, e da associação “Cabeço Santo”, por Fernando Leão. O CEISCaramulo apresentou os vários projetos em desenvolvimento, nomeadamente a “Oficina do Burel”, a “Escola dos nossos avós” e o “Posto de Observação da Natureza do Jueus”. Concluiu com a apresentação do filme “Caramulo” sobre os patrimónios da serra do Caramulo. Seguidamente, foram apresentados os trabalhos realizados pela Montis, associação com sede em Vouzela, sobre a recuperação da floresta autóctone em terrenos naquele concelho, e pela associação “Cabeço Santo”, no concelho de Águeda.

No terceiro painel, "(Re)AGIR na Serra do Caramulo: papel e ação do “Clube de Ciência Viva na escola” e "A biblioteca escolar como agente de (in)formação do património local”, moderado por Rosa Fernandes, foram apresentados os projetos do Clube Ciência Viva na Escola do AETTR, pela coordenadora, Olga Duarte.

Para finalizar os trabalhos do seminário, alunos da escola EB do Caramulo, sob a orientação da coordenadora da biblioteca escolar, Emília Gonçalves, alunos da Escola Secundária de Tondela, uma encarregada de educação, a professora bibliotecária Elisa Figueiredo e o professor António Nunes, deliciaram a assistência com a declamação de poemas e poemas musicados.

O CEISCaramulo agradece a todos os que tornaram possível este evento, esperando que o mesmo tenha sido proveitoso para todos quantos decidiram subir a serra até ao miradouro espetacular que é o Hotel do Caramulo.
 

Os nossos medos - Armadilhas da adolescência

O espaço da biblioteca da Escola Secundária de Tondela acolheu, no dia 06-03-2020, uma palestra e ação de sensibilização sobre o tema “Os Nossos Medos – Armadilhas da Adolescência: como ajudar?”. Como preletores, participaram elementos da equipa da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário do Comando da GNR – Guarda Nacional Republicana de Santa Comba Dão, em particular o cabo Ricardo Sousa, e do CRI - Centro de Respostas Integradas de Viseu, representado pela técnica Patrícia Monteiro.

Esta atividade, promovida pela Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária de Tondela, em parceria com o PES – Projeto para a Promoção e Educação para a Saúde e a direção do AETTR, teve como grupo alvo pais e encarregados de educação dos alunos e focou vários assuntos como: sensações provocadas pelas drogas; a dependência; tolerâncias; síndrome da abstinência (conjunto de sintomas, sinais próprios caraterísticos de cada droga e as variações individuais); consumo de drogas na adolescência (fases da experimentação e da afirmação do “eu”); classificação das drogas; drogas e a dependência física e psíquica; efeitos imediatos e tardios do consumo de drogas, entre outros.

Os pais e mães presentes mostraram-se muito interessados, contribuindo para a dinamização da atividade com a colocação de questões pertinentes sobre o tema.

 

Encontro com José Milhazes

No dia 3 de março, pelas 10:15 horas, a Escola Secundária de Tondela teve o prazer de receber o jornalista/escritor José Milhazes, numa atividade organizada pela equipa da biblioteca escolar. A dinamização da atividade contou com a participação das turmas dos cursos profissionais do 10.º e 11.º anos e dos alunos de Sociologia do 12.º ano, num total de cerca de 90 alunos, que apresentaram a biografia e a bibliografia do autor, e que leram alguns excertos das suas obras.

José Milhazes nasceu na Póvoa de Varzim em 1958. Tradutor de autores clássicos e políticos russos, tornou-se conhecido enquanto correspondente em Moscovo da SIC, TSF e do jornal Público. Doutorado pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, é autor de diversos livros. Viveu em Moscovo entre 1977 e 2015. É atualmente comentador político da SIC e da RDP e colunista do jornal Observador.

Durante a sessão tivemos a oportunidade de ouvir, na primeira pessoa, a experiência vivida durante os anos em que o autor esteve na URSS, enquanto estudante, tradutor e correspondente de alguns meios de comunicação social portugueses. Ouvimos também a sua opinião acerca de alguns regimes políticos que dominaram a Europa do século XX e que o autor receia que se voltem a repetir nos dias de hoje. De forma a tornar a sessão mais apelativa, foram contadas algumas anedotas cujo conteúdo estava relacionado com acontecimentos histórico-políticos ou com figuras políticas da história mundial.

José Milhazes mostrou-nos a perspetiva de uma pessoa que, apesar de ser oriunda de uma família de pescadores da zona da Póvoa de Varzim, conseguiu uma formação superior, doutorar-se e ser reconhecido pelo trabalho realizado e pelos testemunhos dados. Considerámos este encontro muito gratificante por nos abrir os horizontes, por nos despertar o sentido crítico sobre a atualidade e por nos fazer acreditar que é possível chegar onde queremos.

Alunos do 10 º G. – Curso Profissional de Técnico de
Informática - Instalação e Gestão de Redes 
  

Festival de cartoons

Alunos das turmas do 7.º A, B e C participaram no III Internacional School Cartoon Festival, atividade organizada pelo Agrupamento de Escolas de Tondela Cândido Figueiredo, que decorreu no início de fevereiro. A aluna Nádia Varela, do 7.º C, ganhou um dos prémios revelação.

Os trabalhos estão expostos no átrio da biblioteca da Escola Secundária de Tondela.

 

 

 

 

Fase distrital do torneio de basquetebol 3x3

No dia 28 de fevereiro, a Escola Secundária de Tondela deslocou-se a Viseu com 24 alunos para participar na fase distrital do torneio de basquetebol 3x3, tendo vencido 3 dos 4 escalões em competição, o que se reflete no apuramento destas equipas para a fase regional.

O torneio de basquetebol 3x3 é um dos projetos nacionais do Desporto Escolar, de adesão facultativa, neste acaso apoiado pela Federação Portuguesa de Basquetebol. O projeto começa todos os anos com a realização de um torneio ao nível de escola, com as regras do basquetebol 3x3. As equipas vencedoras ao nível de escola ficam apuradas para uma fase distrital, onde se juntam as melhores equipas de todas as escolas aderentes ao projeto.

Nesta fase, realizada na Escola Azeredo Perdigão, em Viseu, a EST fez-se representar em todos escalões em prova, nomeadamente iniciado e juvenil, masculino e feminino, tendo vencido nos seguintes 3 escalões:

- Iniciado feminino, constituído pelas alunas Diana Silva, Marta Mano, Beatriz Simões e Mariana Silva;
- Juvenil feminino, constituído pelas alunas Maria Melo, Jacinta Ferreira, Júlia Riquito e Francisca Ferreira;
- Juvenil masculino, constituído pelos alunos Miguel Teixeira, António Machado, David Silvestre e Bruno Santos.

Estes alunos estão todos de parabéns pelo empenho e autonomia com que participaram nesta atividade, tendo ficado apurados para a fase regional, que será em Tondela, no dia 28 de abril, podendo contar com o apoio da sua cidade.

 

Conselho de Pais EPIS, em Campo de Besteiros

Pela terceira vez consecutiva, a EPIS (Empresários pela Inclusão Social) mobilizou pais e professores para uma reflexão partilhada, para reforçar o seu compromisso e parceria ao longo do caminho dos filhos e alunos no 1.º ciclo.

Se fosse possível resumir a sessão numa só ideia, a equipa da EPIS proporia esta, avançada pela oradora convidada, Dr.ª Isabel Alçada: "A leitura é o melhor desporto do mundo para o cérebro!”

Ao fim de três edições, o balanço deste formato, lançado em Pombal em 2018 com a colaboração do Professor Roberto Carneiro, é muito positivo:

Tondela foi um dos concelhos onde se realizou uma das 26 sessões de Conselho de Pais. Foi na Escola Básica de Campo de Besteiros, do Agrupamento Tomaz Ribeiro.

Este Conselho de Pais foi uma oportunidade de refletir sobre a família, a criança e o sono, sessão brilhantemente orientada pela Coordenadora EPIS da Região Norte, Drª. Goretti Moreira, a qual contou com cerca de 40 pais, professores do 1.º ciclo e alguns alunos. No início da sessão explicou-se que a privação de sono aumenta a reatividade emocional e exemplos disso são as birras das crianças com sono, ou a falta de “paciência” dos adultos privados de sono. É como se, sem sono, o nosso cérebro revertesse para um padrão primitivo de reatividade descontrolada. A privação de sono reflete-se geralmente no nosso estado de humor, níveis de atenção e rendimento no trabalho. Por isso, no caso das crianças, o sono é também fundamental para o seu desenvolvimento, pois é durante o sono que são produzidas maiores quantidades de hormona do crescimento.

Para além da quantidade de horas de sono, que vai diminuindo até à adolescência, é importante que a criança tenha um ambiente adequado e que sejam implementadas algumas rotinas no que respeita ao sono. Essas rotinas foram sugeridas pela oradora, o que muito contribuiu para o esclarecimento dos pais e professores. Depois, noutra fase da conversa, considerando que é importante que no dia-a-dia da família existam rotinas que facilitem a comunicação entre pais e filhos, apresentaram-se dicas para haver uma comunicação funcional entre os pais e os filhos.

A recetividade de quem participou nesta atividade foi boa, por isso propuseram-se outros temas a abordar em próximas sessões, esperando-se o agendamento, ainda este ano letivo, de mais um Conselho de Pais no âmbito do Projeto EPIS, mas que se pretende alargar a encarregados de educação de alunos de outros ciclos, pela pertinência dos assuntos em reflexão.

 

Campanha de recolha de papel

Os alunos do 11.º F, curso profissional de Técnico de Controlo da Qualidade Alimentar, estão a desenvolver uma campanha na disciplina de Biologia, e no âmbito da educação para a cidadania, domínio do desenvolvimento sustentável. A campanha visa a recolha de papel na comunidade educativa para reciclagem.

O principal objetivo é sensibilizar toda a comunidade escolar para a preservação do planeta Terra e dos seus recursos.
Foi construído, pelos alunos da turma, um papelão, reutilizando paletes, que serve de depósito ao papel recolhido todas as sextas-feiras nos diferentes pavilhões da escola. Cada pavilhão foi munido de caixas, também reutilizadas, devidamente identificadas para o depósito de papel e cartão não contaminado e passível de ser reciclado.

O papel recolhido será entregue ao Banco Alimentar Contra a Fome de Viseu, para que possam trocar o equivalente ao seu peso por alimentos. A Escola Básica de Campo de Besteiros também está a ajudar e já entregou 10 quilos de papel. Vamos ajudar todos, assim não custa nada! Depositem o papel que já não utilizam nas caixas que se encontram nos pavilhões. A natureza agradece e o Banco Alimentar Contra a Fome também.

 

Corta-mato distrital

No dia 5 de fevereiro, o Agrupamento de Escolas Tondela Tomaz Ribeiro participou na fase distrital do corta-mato escolar, em Viseu, tendo obtido resultados desportivos de destaque, com 1 campeão e 4 medalhas por equipas. O AETTR participou com uma comitiva de 90 alunos, sendo 38 da EB de Campo de Besteiros, 22 da EB do Caramulo e 30 da ES Tondela, que foram acompanhados por 8 professores.

A corrida de corta-mato é uma tradição instituída desde há muitos anos no Desporto Escolar em Portugal e um pouco por todo o mundo. Cada escola organiza a sua corrida interna, na qual apura os 6 melhores alunos de cada escalão para participar na próxima fase competitiva, juntamente com todas as escolas do distrito.

Chegados ao Parque Desportivo do Fontelo, superadas as burocracias do secretariado, estava na hora de preparar os alunos para as diversas corridas por escalões etários, desde os Infantis A, Infantis B, Iniciados, Juvenis e Juniores. Este ano a prova foi uma organização conjunta entre a coordenação do Desporto Escolar de Viseu e da Guarda, pelo que o número de alunos por prova era em duplicado, apesar dos resultados serem aferidos separadamente. Destacamos alguns dos melhores resultados:

Na prova de infantil A feminino, a aluna Carolina Marques, do Campo de Besteiros, classificou-se em 9.º lugar entre 91 atletas e juntamente com as suas colegas Inês Viana (11.ª), Diana Matos (23.ª) e Ana Matos (56.ª), conseguiram um 3.º lugar por equipas deste escalão.

No escalão infantil B feminino, a aluna Inês Oliveira, de Tondela, classificou-se em 5.ª entre 169 atletas, tendo alcançado também o 3.º lugar por equipas, com as classificações da Bruna Gonçalves (14.ª), Lia Pacheco (35.ª) e Sara Almeida (41.ª).

No escalão infantil B masculino, obtivemos o 3.º e 4.º lugar, respetivamente, para os alunos Afonso Coutinho, do Campo de Besteiros e João Rodrigues da Secundária de Tondela, entre 161 participantes.

No escalão iniciado feminino, entre 117 alunas, as alunas Diana Silva, Lara Soares e Ana Carolina Ferreira classificaram-se, respetivamente, em 5.ª, 6.ª e 7.ª.

No escalão juvenil feminino, obtivemos mais um 3.º lugar por equipas, com os resultados da Ana Carlota (14.ª), Carolina Alves (16.ª), Inês Ferreira (20.ª) e Sara Domingues (42.ª).

Para terminar, destacamos o escalão juvenil masculino, também com o 3.º lugar por equipas, alcançado com as classificações do Diogo Macedo (52.º), Henrique Chaves (23.º), Miguel Teixeira (19.º) e o 1.º lugar para o campeão distrital, Tiago Clamote.

Com estes resultados foram apurados 3 alunos para competir na fase nacional, nos dias 13 e 14 de fevereiro, na Figueira da Foz, sendo eles o Afonso Coutinho, a Diana Silva e o Tiago Clamote.

Uma breve menção ainda para os excelentes resultados obtidos pelos alunos do Agrupamento de Escolas Cândido Figueiredo, de Tondela, com o 1.º lugar por equipas no escalão infantil A masculino, o 2.º lugar por equipas no escalão infantil B feminino e o 2.º lugar por equipas no iniciado feminino, tendo apurado também a aluna Gabriela Vale, da Escola Secundária de Molelos, para a fase nacional.

Assim foi a participação nesta iniciativa da Coordenação do Desporto Escolar de Viseu, na qual, além do mérito desportivo dos alunos referidos, temos que louvar a participação de todos os restantes por representarem a sua escola, mas, acima de tudo, por incluírem a atividade física entre os valores prioritários da sua vida. 

 

Dia Mundial do Holocausto - Shoah

Na semana do 75.º aniversário da libertação do complexo Auschwitz-Birkehau-Monowitz, o Agrupamento de Escolas Tomaz Ribeiro inaugurou uma exposição intitulada “Spots of Light – To be a Woman in the Holocaust” (Pontos de Luz – Ser Mulher no Holocausto), com o intuito de homenagear as suas vítimas, numa iniciativa do subdepartamento de História. A exposição é uma realização do departamento de exposições itinerantes do Centro Yad Vashem (Museu do Holocausto) em Jerusalém, com curadoria de Yehudit Inbar, e contou com a colaboração da Embaixada de Israel em Portugal. 

O discurso expositivo expressa os rostos e as vozes das mulheres judias no Holocausto, descrevendo de forma didática as suas escolhas e respostas diante do mal absoluto e as dificuldades extremas a que foram sujeitas. A narrativa desenvolve-se em nove aspetos do quotidiano da mulher judia. Os painéis apresentam textos explicativos, intercalados com histórias pessoais das vítimas, citações, fotografias e imagens de artefactos relevantes.

Esta mostra convida à reflexão sobre a importância e a centralidade das mulheres judias como “pontos de luz” de humanidade e de resistência durante a Segunda Guerra Mundial. Esta exibição foi organizada em parceria com as três bibliotecas escolares do agrupamento e poderá ser visitada nas seguintes escolas e datas:

- Escola Secundária de Tondela (27-31 de Janeiro)
- EB do Caramulo (3-7 de Fevereiro)
- EB de Campo de Besteiros (10-17 de Fevereiro).

Registe-se que a Embaixada de Israel em Lisboa fez uma menção especial à evocação do “Dia do Holocausto” do nosso agrupamento, no seu facebook oficial. Cita-se o que foi escrito a este respeito pela Assessora da Embaixada, Dr.ª Helena Cordeiro, “(…) Disse o historiador Ian Kershaw que a estrada de Auschwitz foi construída pelo ódio mas pavimentada pela indiferença. Obrigada a todos os homens e mulheres, adolescentes e crianças, que não se deixam cimentar por ela. Obrigada a todos esses Professores a quem tantas das nossas 'estradas' devemos”.

A efeméride do Dia Mundial da Memória do Holocausto foi igualmente assinalada na escola sede do agrupamento no dia 27 de janeiro, com uma conferência centrada na(s) «História(s) da Mulher no Holocausto» dinamizada pelos professores de História Jorge Gomes e António Ribafeita e o público-alvo foram os alunos do nono ano e do décimo segundo ano. Neste evento foi ainda musicado o poema de Charlotte Delbo pelo professor António Nunes. Em todas as aulas dos docentes do subdepartamento de História do Agrupamento foi feito a referência ao «Genocídio Judaico» de modo a fornecer reflexões que envolvam a formação da cidadania e o respeito pelas diferenças.

Também no âmbito da celebração do “Dia do Holocausto”, está prevista a visita ao Agrupamento da Dr.ª Isabel Ferreira Lopes, vice-presidente da Comunidade Israelita do Porto e neta do ilustre Capitão Barros Basto, grande impulsionador e fundador da Comunidade Israelita do Porto.

Oui, on parle franç@is!

“Dentro em pouco saber inglês será uma trivialidade.
Saber (mais) línguas é que pode fazer toda a diferença.”
António Mega Ferreira, O mito da língua bastante, Visão, 13/9/2007

Pelo décimo primeiro ano consecutivo, mais seis alunos do nosso agrupamento (Bianca Figueiredo – A1; Inês Ferreira – A1; Sílvia Coimbra – A1; Tiago Ferreira – B1; Francisca Soares – B2; Joana Martins – B2) efetuaram os exames do Delf Scolaire, níveis A1, B1 e B2, tendo alcançado excelentes resultados. A cerimónia de entrega dos diplomas decorreu no dia 29 de janeiro de 2020, na Escola Secundária de Viriato, em Viseu, escola Centre de Passation DELF para o distrito de Viseu, em parceria com a Alliance Française de Viseu.

Esta certificação conta com a colaboração dos Ministérios da Educação português e francês, constituindo uma mais-valia para o currículo escolar dos nossos alunos. Saliente-se que os níveis B1 e B2 permitem já  o acesso ao ensino universitário e ao mercado de trabalho em França ou noutro país francófono.

Para mais informações, os alunos podem contactar a professora Teresa Couto, professora responsável pela dinamização do DELF SCOLAIRE no nosso agrupamento, todas as quintas-feiras, entre as 16h05 e as 17h35, na sala B12. Este projeto integra o Plano de Atividades do AETTR.

Parabéns, pois, aos nossos alunos! BRAVO À TOUS!

"Que a disputa, se a houver, seja festiva, pois que os idiomas não ocupam espaço e não geram rivais, mas poliglotas!"
Hélia Correia, Prémio Camões

 

Alunos premiados com bolsas Epis

Pelo segundo ano consecutivo, alunos do Agrupamento de Escolas de Tondela Tomaz Ribeiro foram distinguidos pelas Bolsas Sociais EPIS (Empresários pela Inclusão Social), que premeiam boas práticas de inclusão social e o mérito académico. Os quatro alunos selecionados frequentaram, no ano transato, o 9.º ano de escolaridade nas escolas do agrupamento e continuam os estudos no 10.º ano na Escola Secundária de Tondela.

A cerimónia da entrega das bolsas realizou-se no Auditório do Banco Santander, em Lisboa. Os alunos do AETTR receberam a respetiva bolsa da entidade doadora, a Fresenius Kabi, no valor de 1200 €, fracionado em três anos. O programa de Bolsas Sociais EPIS tem uma cobertura nacional, podendo candidatar-se todas as escolas e alunos de Portugal.

Parabéns a todos os premiados!

 

Projeto Devolver à Terra

A Escola Secundária de Tondela e a EB de Campo de Besteiros concorreram ao concurso “Devolver à Terra – Projetos de compostagem em meio escolar”, apresentado pela ZERO (Associação Sistema Terrestre Sustentável) e a SILVEX - Indústria de Plásticos e Papéis, S.A., e foram selecionadas.

O projeto “Devolver à Terra” irá permitir às 100 escolas de Portugal continental selecionadas efetuarem a compostagem dos seus resíduos orgânicos, sendo-lhes para esse efeito disponibilizado todo o apoio técnico necessário, assim como recipientes, compostores e sacos compostáveis com certificação “Ok HomeCompost”, fabricados em Portugal pela SILVEX.

A iniciativa, que tem uma duração prevista de três anos letivos, tem como objetivo incentivar boas práticas ecológicas entre os mais novos, nomeadamente na aprendizagem da valorização de resíduos orgânicos e na sua transformação em composto de qualidade, estando previsto que, no final, sejam premiadas as três escolas que apresentem o melhor desempenho.

O projeto tem arranque previsto para o 2.º período do corrente ano letivo e será implementado pelos alunos e professores do “Clube Ciência Viva na Escola”, no âmbito do Clube Ciência e Ambiente do AETTR. Este projeto permitirá cumprir o objetivo de valorizar os resíduos orgânicos da cantina e do bar destas duas escolas, através da compostagem, para produção de substrato nutritivo a ser utilizado no germinador da Escola Secundária de Tondela, bem como em hortas escolares existentes nos recintos escolares das escolas do nosso agrupamento. Esta atividade insere-se nas diretrizes do projeto educativo do nosso agrupamento que pretende formação de cidadãos informados e comprometidos com práticas de desenvolvimento sustentável.

 

Olimpíadas Portuguesas da Matemática – 2ª eliminatória

No dia 8 de janeiro, a Escola Secundária de Tondela foi a anfitriã da 2.ª eliminatória das Olimpíadas. Recebemos uma aluna da escola básica do Caramulo, dois alunos da escola básica do Campo de Besteiros, dois alunos da escola secundária de Molelos, um aluno da escola básica Carlos Mota Pinto (Lageosa), um aluno da escola Profissional de Tondela e três alunos da EST.
Parabéns a todos!

Votos de bons resultados, e esperemos que algum aluno do nosso concelho vá à Final Nacional que irá decorrer de 26 a 29 de Março nas Caldas da Rainha.

 

Plantação em Molelinhos

Os alunos do Clube Ciência e Ambiente, em articulação com a Junta de Freguesia de Molelos, na pessoa do seu presidente Sr. Eng.º José António Dias, procederam à plantação de 210 árvores das espécies Quercus robur, Castanea sativa e Fraxinus excelsior, nos terrenos baldios de Molelinhos, Lugar da Mata. Esta atividade decorreu no dia 10 de dezembro, estando envolvidos 12 alunos, 4 professores e o presidente da Junta. A Câmara Municipal de Tondela disponibilizou o transporte para a deslocação dos alunos.

A atividade decorreu como previsto. O tempo ajudou e o objetivo foi cumprido. Esta atividade insere-se no projeto “Renascer das cinzas” que pretende ajudar a reflorestar as zonas ardidas. Foi uma tarde bem passada e os alunos, que na sua maior parte nunca tinham plantado árvores, adquiriram mais esta competência.

A todos os envolvidos nesta ação de cidadania, o ambiente agradece.

 

Laços de leitura, música e ternura

No dia 17 dezembro, alunos e professores da Escola Secundária de Tondela tocaram e cantaram um repertório de poesia e música de Natal para os utentes do Lar da Santa Casa da Misericórdia de Tondela e receberam os aplausos e a sabedoria dos mais velhos, que partilharam também o seu riquíssimo repertório de tradições natalícias dos tempos em que eles próprios foram crianças. Nesses tempos, o Natal era vivido de forma diferente, com pouca abundância material, mas com uma riqueza espiritual que, nos tempos atuais, se tende a escoar entre o stress das compras e o ofuscamento das luzes e dos enfeites.

Esta é a segunda visita dos jovens do Agrupamento de Escolas Tomaz Ribeiro aos lares do concelho, tendo a primeira ocorrido em outubro, ao Lar da Terceira Idade do Caramulo, pelos alunos da Escola Básica do Caramulo. Com este projeto, denominado “Laços de leitura, música e ternura”, as bibliotecas escolares do agrupamento pretendem estimular o encontro entre diferentes gerações, aliando o conhecimento aos afetos, num contexto de partilha e de diálogo intergeracional.
 

Viagem ao espaço na Escola Básica do Caramulo

Durante a tarde do dia 3 de dezembro, os alunos dos 3.º, 4.º, 5.º e 7.º anos da Escola Básica do Caramulo tiveram a possibilidade de “viajar” no espaço, visitando a estação orbital internacional e observando variadíssimos elementos do nosso sistema solar.

Esta experiência foi proporcionada pelo planetário dinamizado pelo professor de Físico-Química do nosso agrupamento, José João, em parceria com o Clube Ciência na Escola e o projeto Laboratórios Vivos do PNPSE/CIM/CMT.

Os alunos, participando em sessões de 45 minutos, colocaram muitíssimas questões e aumentaram a curiosidade e o conhecimento sobre temáticas relacionadas com o universo.

O planetário já passou pelas escolas de Campo de Besteiros e passará também pela Escola Secundária de Tondela.

 

Bolsas da Confraria Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo

A Confraria do Cabrito e da Serra do Caramulo (CCSC) tem por missão promover o território da Serra do Caramulo, os seus usos e costumes, tradições, nomeadamente gastronómicas, e as suas gentes. E, porque os alunos de hoje são cidadãos em formação, que deverá ser sólida e abrangente para que possam ser também os futuros promotores desta missão, estabeleceu a CCSC parceria com o Agrupamento de Escolas de Tondela Tomaz Ribeiro com o intuito de premiar os alunos do 9.º ano que se distinguem dos demais pelo seu exemplo académico e de cidadãos empenhados na vida da sua comunidade.

Este prémio pretende ser um reconhecimento do esforço, trabalho e mérito dos alunos, bem como um incentivo e ajuda ao prosseguimento de estudos e à formação. Assim, foi atribuído, na forma de bolsa de estudo, a três alunos da Escola Básica do Caramulo que terminaram o 9.º ano de escolaridade com sucesso em 2018/2019 e que iniciaram os estudos no 10.º ano de escolaridade, ou equivalente, em 2019/2020.

As bolsas, que correspondem a 3 prémios monetários, foram entreguem no dia 7 de dezembro, aquando do XIV Capítulo da Confraria, que se realizou na freguesia do Guardão.

 

Amigos do ambiente

Cerca de duas dezenas de alunos que frequentam o 12.º ano da Escola Secundária de Tondela levaram a cabo, na manhã do dia 14 de novembro, uma ação de limpeza neste estabelecimento de ensino. De acordo com os alunos envolvidos, tratou-se de uma ação que, para além de limpar o recinto da escola, serviu também para sensibilizar os colegas e restante comunidade escolar, de forma a que sejam diariamente mais amigos do ambiente.

Intitulado “Tondela + Limpa”, este projeto contou com a colaboração do Clube Ciência Viva, que disponibilizou os materiais de limpeza, nomeadamente luvas, sacos plásticos e batas. “Deparámo-nos com latas, beatas, papéis, pastilhas elásticas, plásticos variados nos seus vários estados de decomposição. Com esta limpeza, pretendemos chamar à atenção para a diferença que o simples ato de colocar estes materiais no lixo pode fazer pelo nosso planeta”, referiu uma das alunas intervenientes neste processo.

Os alunos, professores e assistentes operacionais finalizaram a ação de sensibilização pesando o lixo e colocando-o em local adequado, com a intenção de causar um impacto visual a toda a comunidade educativa.

“Este foi apenas um primeiro passo, o de limpar a escola, mas em planos futuros pretendemos avançar para a limpeza da cidade”.
No âmbito da realização do nosso projecto futuro - limpeza da cidade de Tondela, apelamos ao vosso dever cívico para nos ajudarem e para juntarem-se ao nosso projecto. Para participarem, devem-se dirigir à sala D3, onde estarão os membros do clube da ciência viva, todas as terças e quintas-feiras.

Um pequeno gesto (de todos e todos os dias) pode mudar o nosso planeta!

 

Departamento de línguas estrangeiras - atividades de Natal

No âmbito do PEPA (Projeto Escolas Piloto de Alemão), foram elaboradas Adventskränze - coroas de Advento - pelos alunos de Alemão do 10º ano, que se encontram expostas em diversos locais da Escola Secundária de Tondela.

Com o patrocínio do Goethe-Institut, foi atribuído um pequeno presente à melhor aluna de alemão no ano letivo 2018/2019, no dia de S. Nicolau (6 de dezembro).

Os alunos das turmas do sétimo e oitavo anos realizaram nas aulas de Inglês posters com mensagens de Natal, que se encontram afixados nas portas das respectivas salas de aula.

 

30 Jahre Mauerfall

O projeto PEPA (Projeto Escolas Piloto de Alemão), em colaboração com os grupos disciplinares de História e de Educação Visual, organizou uma atividade para assinalar os 30 anos da queda do Muro de Berlim. Esta atividade contou também com a colaboração da biblioteca da EST e dos alunos da Associação de Estudantes.

No átrio da biblioteca da ES Tondela foi exposta uma coleção de fotos intitulada “Als die Mauer fiel” (Quando o muro caiu) – 1989 BERLINO, ANNO ZERO - da autoria do jornalista Livio Senigalliesi, cedida pelo Goethe-Institut. Também aí foram expostos trabalhos sobre o Muro de Berlim, realizados pelos alunos de alemão. Na sala de convívio dos alunos foram expostas réplicas dos grafites existentes no muro, os quais foram selecionados no âmbito da disciplina de História com a colaboração dos diretores de turma dos alunos do 9.º ano e concretizadas por estes nas aulas de Educação Visual.

Os alunos Miguel Henriques, Marta Silva, David Silva e Nuno Coimbra, da Associação de Estudantes, tocaram o tema “Wind of Change”, do grupo alemão Scorpions. As alunas Constança Marques e Beatriz Melo leram um texto sobre o Muro de Berlim, enquanto alunos do 9.º ano “derrubavam” o muro. As alunas Daniela Sousa e Raquel Salomão realizaram várias fotos e este vídeo.

 

Comemoração do Dia Mundial da Alimentação

No dia 16 de outubro, o AETTR comemorou, novamente, o Dia Mundial da Alimentação.  Sempre com o propósito de melhorar hábitos de uma vida saudável, foram desenvolvidas atividades focadas na nutrição, no bem estar e no desenvolvimento integral dos alunos.

Entre as diversas iniciativas levadas a cabo nas várias escolas, salienta-se a caminhada, durante a qual foram os alunos distribuíram a toda a comunidade cerca de 500 marcadores com sugestões alimentares saudáveis.

Após a caminhada, no recinto da escola Secundária de Tondela, assistiu-se a um workshop, dinamizado pelo chef João Coimbra e pela nutricionista Emília Rodrigues, para a confeção de uma receita de um bolo com ingredientes saudáveis, uma opção interessante para as refeições intercalares (lanches). No final, com a colaboração de alguns alunos da Escola Profissional de Tondela, procedeu-se à degustação daquele que foi o resultado da atividade. 

Ver ficha técnica do “bolo de banana”.

 

XXXVIII Olimpíadas Portuguesas da Matemática (2019/2020)

As Olimpíadas de Matemática são um concurso de problemas de Matemática, dirigido aos estudantes dos ensinos básico e secundário, que visa incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática. No dia 6 de novembro realizou-se mais uma edição das Olimpíadas, com a 1.ª eliminatória. No nosso agrupamento tivemos a participação de alunos desde o 5.º ao 12.º anos.

A próxima eliminatória será a 8 de janeiro de 2020.

O departamento de Matemática agradece o empenho de todos os participantes.

 

 

Halloween

Os alunos dos cursos de educação e formação (CEF) realizaram algumas atividades relativas ao dia 31 de outubro, data em que se comemora o Halloween.

Os alunos da EB de Campo de Besteiros e da Secundária de Tondela que se encontram a frequentar os cursos de Serviço de Mesa e de Operador de Informática elaboraram algumas figuras alusivas ao tema nas aulas dos professores Emília Almeida, André Fernandes e Iris Macedo. Todos os trabalhos foram expostos nas referidas escolas, a fim de lembrar o dia e toda a sua criatividade.

Os alunos de Campo de Besteiros, do CEF de Serviço de Mesa, com a orientação da professora Emília Almeida e da diretora de turma, Iris Macedo, fizeram alguns biscoitos com forma de dedos de bruxa, como manda a tradição.

 

Formação financeira digital

No dia 8 de outubro, decorreram, no Auditório Municipal de Tondela, duas sessões formativas sobre literacia financeira digital, para os alunos dos 11.º e 12.º anos (incluindo cursos profissionais), dinamizadas por formadores do Banco de Portugal – Agência de Viseu. Esta ação insere-se no plano anual de atividades das bibliotecas escolares, em articulação com a componente curricular de Cidadania e Desenvolvimento, e contou com a presença da vereadora da Educação e Ação Social, dra Sofia Ferreira.

Atualmente, através da Internet e dos dispositivos móveis (como smartphones e tablets) é possível aceder a produtos e serviços bancários a qualquer momento e em qualquer lugar, de forma rápida e cómoda. Mas a utilização dos canais digitais implica também riscos relacionados com a segurança das operações e o acesso mais facilitado a produtos, designadamente a compra por impulso. Corremos riscos quando partilhamos informações pessoais nas redes sociais, por e-mail ou por telefone, quando clicamos num link aparentemente inofensivo, quando fazemos download ou descarregamos uma app.

Os jovens são o segmento da população que mais facilidade e capacidade tem na utilização das novas tecnologias da informação. Porém, é essa mesma confiança no uso dos canais digitais que os pode levar a descurar regras de segurança essencias na utilização dos mesmos. Neste contexto, faz sentido que a escola ofereça aos seus alunos a possibilidade de beneficiarem da campanha de educação financeira digital #ficaadica do Banco de Portugal, que tem por objetivo sensibilizá-los para os cuidados a ter na utilização dos canais digitais, especialmente quando acedem a produtos e serviços bancários.

Fazendo nossas as palavras do governador do Banco de Portugal, Dr. Carlos da Silva Costa, “a educação financeira digital é fundamental na formação de consumidores esclarecidos, capazes de beneficiar do que de melhor a inovação tem para oferecer.”