top
logo

 

Tomaz Ribeiro (1831-1901)

Político e poeta, nasceu em
Parada de Gonta, Tondela

 

 

 

 

Atividades do ano letivo 2015-2016

Alemão em Cena

A atividade “Alemão em Cena”, promovida e apoiada pelo Goëthe-Institut no âmbito do PEPA (Projecto Escolas Piloto de Alemão), proposto pelas professoras Dulce Coimbra e Leonor Machado, tem como principal objetivo contribuir para a aprendizagem da língua alemã e ampliar a capacidade de estudo, mas também fomentar o espírito de grupo e a responsabilidade.

Alunos e alunas de Alemão de todo o país percorreram desde o início do ano letivo os caminhos do teatro: escrever, encenar e ensaiar, na língua alemã, uma peça sob o tema “Wege” – “Caminhos”. O nosso grupo “Die Super Freundinnen” (“As Super Amigas”), composto por seis alunas das turmas de Alemão do 10.º ano (Ana Francisca Marques, Ana Filipa Silva, Daniela Marques, Cristiana Pereira e Sofia Castro) e do 12.º ano (Francisca Gomes), levou até Almada a peça “Hilfe!” (“Socorro!”), para participar no Festival de Teatro Escolar em Alemão, que teve lugar no Fórum Municipal Romeu Correia, entre 11 e 14 de maio de 2016. Assistir a variadas histórias apresentadas por alunos de diferentes níveis escolares foi o encanto oferecido pelas artes cénicas ao público presente no referido Fórum. Uma semana depois, no dia 20 de maio, foi a vez de nos apresentarmos aos nossos colegas da Escola Secundária de Tondela, no auditório da ACERT.

Desde que surgiu, o teatro tem evoluído como expressão artística, com um formato mínimo como base: atores, um local e uma plateia. A receita tem-se mantido todos os anos: a cortina abre-se, o palco enche-se de luz e o nervosismo volta como se fosse o primeiro ano! Há três anos consecutivos que participo nesta grande maré e, se pudesse, deixar-me-ia levar outra vez. Às vezes dou por mim a questionar-me: "Como assim, já lá vão três anos?". Passou num abrir e fechar de olhos, e o que fica é uma enorme saudade de um dia poder voltar a embarcar noutra aventura semelhante. Esta caminhada terminou, mas levá-la-ei no coração.

Texto: Francisca Gomes

Ver vídeo

 

“Grande Aula" com a Dr.ª Milene Matos

O departamento de Ciências Experimentais, no âmbito do projeto “Renascer das Cinzas” promoveu mais uma “Grande Aula”, com o intuito de motivar a reflexão sobre a importância de proteger a biodiversidade, que teve lugar no dia 14 de abril.

Este ano a convidada foi a Dr.ª Milene Matos, antiga aluna da Escola Secundária de Tondela, licenciada e doutorada em Biologia pela Universidade de Aveiro, que se dedica à comunicação de ciência e promoção da cultura científica e dos valores naturais. Coordena o projeto educativo e ambiental “BIO Somos Todos”. Foi recentemente galardoada com um importante prémio europeu, devido ao trabalho desenvolvido na mata nacional do Buçaco e recebeu, em setembro de 2015, a medalha de mérito municipal do município de Tondela.

“Super heróis para a biodiversidade” foi o tema motivador que a Dr.ª Milene escolheu para a palestra. O auditório da ACERT foi a “sala de aula” que acolheu os alunos dos 8.º e 10.º anos do nosso agrupamento. Participaram também os alunos do 5.º ano da escola EB 2,3 do Caramulo, no âmbito do projeto “Ciência na Escola” – “Plantas autóctones nos nossos jardins”. A Dr.ª Milene cativou os alunos com a sua excelente comunicação, tendo abordado o tema da biodiversidade e a sua importância bem como a importância da sua preservação, com enfoque para algumas espécies mais emblemáticas. Fica aqui a opinião de alguns alunos participantes do 5.º ano:

- Fiquei a saber que há 25 espécies de morcegos em Portugal e que não há em Portugal morcegos vampiros.
- A Biodiversidade é muito importante para a sustentabilidade do Planeta.
- A Biodiversidade é essencial para a vida humana...
- Eu gostei muito da grande aula e gostei muito de saber novas coisas sobre os morcegos.
- Nem tudo o que parece é... porque até existem morcegos fofinhos.
- Gostei muito da aula da Drª Milene.
- O morcego tem várias espécies e há quase 1300 espécies.
- Todos devemos contribuir para preservar a Biodiversidade.

 

Alunos premiados em concurso de modelação urbana

O DEC - Departamento de Engenharia Civil da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTGV), do Instituto Politécnico de Viseu (IPV), com o apoio da ADIV – Associação para o Desenvolvimento e Investigação de Viseu, lançou, no início do ano, um concurso ideias destinado, preferencialmente, aos alunos dos ensinos secundário e profissional da área de Artes Visuais do distrito de Viseu.

O desafio que foi colocado à comunidade académica teve por objetivo a recolha de ideias sobre o Espaço Urbano Local, sua Organização, Revitalização e Modelação, assente numa estratégia inovadora, realista e sustentável.

A Escola Secundária Felismina Alcântara (Mangualde), a Escola Secundária de Nelas, a Escola Secundária Alves Martins (Viseu), a Escola Secundária de Viriato (Viseu) e a Escola Secundária de Tondela associaram-se a este projeto.

A cerimónia de entrega dos prémios decorreu, no dia 25 de maio, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu (ver vídeo). Os alunos Patrícia Sacras e Alessandro Figueirôa, da turma F do 12.º ano (Artes Visuais) da Escola Secundária de Tondela, foram contemplados, respetivamente, com o primeiro e terceiro prémios, no concurso Modelação Urbana - Novas Ideias para um Novo Impulso.

No âmbito da preservação do património e da memória do local, a discente Patrícia Sacras desenvolveu um projeto de reabilitação e requalificação do antigo escritório da fábrica de Cerâmica Almiro & Comandita, de Tojal do Moinho, e o discente Alessandro Figueirôa apostou na criação de uma nova dinâmica para o recente espaço do parque urbano, da cidade de Tondela, com um conjunto de novos equipamentos. Estas propostas poderão ser um forte contributo para a dinamização social e económica dos referidos locais e serão, certamente, se forem implementadas, uma mais-valia para a cidade de Tondela.

 

Accept, respect and get your message heard

O projeto Accept, respect and get your message heard enquadra-se no âmbito do Programa Erasmus+ e da Ação Chave 2 – Cooperação para a Inovação e Intercâmbio de boas práticas. Com a duração de dois anos, esta iniciativa tem como principal objetivo a promoção da tolerância e da aceitação da diversidade e conta com a participação de escolas da Bélgica, da Finlândia e de Portugal. Foi neste contexto que, no passado mês de abril, um grupo de alunos e docentes do nosso agrupamento se deslocou à Bélgica, a fim de tomar parte num encontro onde estiveram representantes dos três países envolvidos.

A partida ocorreu no dia 17 de abril. Chegados a Sint-Truiden, uma cidade belga localizada na região de Flandres, todos os participantes foram recebidos pela escola anfitriã, Campus de Regenboog, um estabelecimento de ensino destinado a jovens com necessidades educativas especiais, com idades compreendidas entre os 13 e os 21 anos. O lema desta escola é, como o próprio nome Arco-íris sugere, proporcionar “o máximo de oportunidades para todos", preparando os alunos para uma sociedade em mudança. Deste modo, a oferta educativa do estabelecimento é bastante variada,  formando alunos para a profissão de pasteleiro, carpinteiro ou assistente de logística em hospitais, cuidados a idosos e unidades de saúde.

Ao longo da semana, alunos e professores puderam participar num conjunto de atividades que tiveram como objetivo não só dar a conhecer o funcionamento da escola anfitriã, como também apresentar o sistema de ensino português, belga e finlandês, nomeadamente no que toca à Educação Especial. Assim, constavam do programa propostas tão diversificadas como a apresentação dos participantes, envolvimento nas atividades letivas da escola anfitriã, deslocação a outros pontos turísticos e estabelecimentos de ensino da região, ida à Mini-Europa e ao Museu de Banda Desenhada em Bruxelas, visita a Bruges e, na despedida, uma noite internacional com a entrega dos diplomas de participação e exibições do folclore característico de cada um dos três países presentes neste encontro.

Esta foi, sem dúvida, uma viagem inesquecível, tendo encorajado a cooperação de todos, designadamente dos jovens, nas áreas da tolerância e da aceitação da diversidade.

 

Teatro em Inglês

Nos dias 15 e 16 de março, os alunos de Inglês do 3.º ciclo, do ensino secundário e dos cursos vocacionais e profissionais do agrupamento assistiram a peças de teatro apresentadas pela companhia inglesa ETC (English Theatre Company).

O principal objetivo desta atividade é colocar os alunos numa situação de efetivo uso da língua inglesa, assistindo a um espetáculo teatral que é adequado ao seu nível de língua estrangeira.

Durante 60 minutos foram proporcionados momentos de grande diversão e de interação entre o público e os atores. O momento foi do agrado de todos os presentes.

 

Seminário “A floresta somos nós”

No dia 19 de março o auditório da Câmara Municipal de Tondela acolheu o seminário “A floresta somos nós”, organizado pelo Agrupamento de Escolas de Tondela Tomaz Ribeiro em parceria com a Câmara Municipal de Tondela e o Centro de Formação CFAE-PB, no âmbito do projeto “Renascer das Cinzas”.

O primeiro painel, “Floresta: muito mais do que árvores, uma garantia de sustentabilidade" foi apresentado pela Dr.ª Milene Matos, antiga aluna da escola secundária de Tondela. Milene Matos é licenciada e doutorada em Biologia, pela Universidade de Aveiro e tem formação complementar, entre outras áreas, em ilustração científica, educação ambiental e gestão florestal sustentável (University of Wageningen). No seu painel explorou o conceito de floresta e de floresta biodiversa como uma urgência a promover. Uma floresta mista é rica em biodiversidade e é garante de um desenvolvimento sustentável. A monocultura empobrece o território e compromete seriamente o futuro de Portugal.

O segundo painel, "Biodiversidade do Caramulo, um tesouro partilhado", foi apresentado pelo Dr. Pedro Ribeiro, docente na escola secundária de Viriato, licenciado em Biologia, mestre em Ciências das Zonas Costeiras e Doutorado em Biologia, especialidade de Ecologia. A área de estudo da sua tese de doutoramento foi a Serra do Caramulo. No seu painel abriu o “baú da biodiversidade da serra do Caramulo” com destaque para as espécies vegetais e animais mais representativas, algumas com estatuto de espécies ameaçadas. É importante conhecer este tesouro para o podermos preservar e valorizar.

O último painel "Projetos de Educação Ambiental no contexto local", foi apresentado pela Dr.ª Carla Ferreira da ASPEA, docente no agrupamento de escolas de Ílhavo. Carla Ferreira é licenciada em Professores do 1º Ciclo do Ensino Básico pelo Instituto Politécnico de Viseu – Escola Superior de Educação de Viseu, com Especialização em Educação Especial e mestrado em Educação Especial pelo Instituto Superior de Ciências Educativas. No seu painel apresentou os projetos de educação ambiental da ASPEA com destaque para o projeto RIOS, projeto em desenvolvimento no presente ano letivo, na escola EB 2,3 do Caramulo.

 

Concurso do Lançamento do Ovo

No dia 18 de fevereiro, integrado no Dia do 9.º Ano, decorreu o Concurso do Lançamento do Ovo, promovido pelo departamento de Ciências Experimentais.

Agradecemos a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Tondela, que gentilmente disponibilizaram a plataforma de lançamento e equipa de operacionais necessários para acompanhar o seu funcionamento com total segurança.

1.º Lugar: AS GORDAS DII STREET (9.ºC) - Ana Margarida Carboila, Carolina Ferraz, Francisca Passos, Miriam Pereira, Verónica Rodrigues.

2.º Lugar: SUPEROVO (9.º E) - Mariana Inácio, Micaela Marques.

3.º Lugar: OVOS ESPACIAIS  (9.º C) - Marcelo Dias, Marta Antunes, Miguel Correia, Pierre Julien, Vanessa Carriço.

Fotos: https://goo.gl/photos/NKdQAYgpWz5hEQRk8

 

Projeto Rios - Dar voz aos riachos dos nossos avós

O Projeto Rios é um projeto que visa a participação social na conservação dos espaços fluviais, procurando acompanhar os objetivos apresentados na Década da Educação das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e contribuir para a implementação da Carta da Terra e da Diretiva Quadro da Água.

A implementação deste projeto pretende dar resposta à visível problemática, de âmbito nacional e global, referente à alteração e deterioração da qualidade dos rios e à falta de um envolvimento efetivo dos utilizadores e da população em geral. O Projeto Rios, pela metodologia que utiliza, pretende promover a curiosidade científica e implementar o método científico experimental através da recolha e registo de informações e dados geográficos, físico-químicos, biológicos, eventos históricos, sociais e etnográficos, contribuindo assim para a melhoria do espaço estudado e da qualidade fluvial global, com vista à aplicação das exigências da Diretiva Quadro da Água e da Lei da Água.

Os alunos da turma I do 8.º ano da Escola 2,3 do Caramulo disponibilizaram-se para serem os padrinhos e dinamizadores do Projeto Rios – “Dar voz aos Riachos dos nossos Avós”. Os riachos escolhidos estão localizados nas aldeias do Guardão de Cima e Guardão de Baixo. Os professores que fazem parte deste projeto pertencem às varias áreas do conhecimento: Maria de Lourdes Duarte Marques - Educação Tecnológica (coordenadora); Maria José Nogueira Sousa Tavares - Geografia; António Luís Vaz Salgado e Luís Filipe Costa - Ciências Naturais; António Duarte - Português; Ana Luísa Silva - Técnicas Laboratoriais; Elisa Figueiredo - Inglês e Teresa Couto - Francês. Como este projeto pretende “Unir pessoas e unir rios”, tem ainda como parceiros a CM de Tondela, a Junta de Freguesia do Guardão, o projeto “Renascer das Cinzas”; o projeto “Ler +Jovem”/Universidade Sénior, a ASPEA e o CEISCaramulo.

Já se realizaram duas saídas de reconhecimento do território em estudo. Na 1.ª saída de campo, os alunos deslocaram-se a pé para conhecerem e fotografarem os três riachos no lugar de Guardão de Cima: Corga da Serra, Ribeira e Cabaduço. Fotografaram algumas plantas autóctones, plantas invasoras, rochas e a paisagem.

Na 2.ª saída de campo, os alunos do 8.º I deslocaram-se, em carrinhas cedidas pela CMT e Junta de Freguesia do Guardão, ao lugar de Guardão de Baixo. Aqui puderam observar a mais antiga igreja do concelho, a estrada romana e o Caminho de Santiago, no espaço apadrinhado (500m de riachos). Observaram no local as rochas, a flora ripícula, árvores centenárias e autóctones, bem como alguns animais.

O objetivo principal é conhecer e dar a conhecer este património rico da freguesia do Guardão através da definição de um percurso pedestre que contemple paragens de marcado interesse pedagógico-didático para os nossos alunos, numa perspetiva transdisciplinar, mas também para o público em geral.

 

Plantar o Caramulo – Renascer das Cinzas

As plantas autóctones da serra do Caramulo (carvalhos e sobreiros), que germinaram a partir das sementes recolhidas no ano passado, foram devolvidas ao seu ambiente natural. No dia 1de março, cerca de 90 alunos do agrupamento (Escola Secundária de Tondela, EB 2,3 de Campo de Besteiros e EB 2,3 do Caramulo) participaram na ação de plantação, que ocorreu na serra do Caramulo, junto aos “viveiros”. Esta ação envolveu os alunos do Clube da Floresta PROSEPE e do projeto “Ciência na Escola” e vários professores das três escolas.

O transporte dos alunos, a escolha e a preparação do local foi da responsabilidade da Câmara Municipal de Tondela (CMT). O local insere-se na área atribuída ao nosso agrupamento, no âmbito do protocolo - “Padrinhos da Floresta”. Os técnicos da CMT e funcionários da Junta de Freguesia do Guardão bem como elementos da GNR/GIPS acompanharam e ajudaram durante a plantação, que decorreu durante todo o dia.

Esperamos que tenha sido mais um contributo bem sucedido para reflorestar o Caramulo e que as ações e o esforço em fazer “Renascer das Cinzas” a serra não esmoreçam e não sejam esquecidos com o passar do tempo.

 

Apresentação pública do germinador de plantas autóctones

O germinador de plantas autóctones, construído no espaço exterior da Escola Secundária de Tondela, no âmbito do projeto “Renascer das Cinzas”, foi publicamente apresentado no dia 19 de fevereiro, pelas 10:30 horas. A sessão de apresentação foi iniciada pelo diretor do nosso agrupamento, Dr. Júlio Valente, e contou com a presença da vereadora da Câmara de Tondela, Eng.ª Carla Pires, a diretora do Agrupamento Cândido Figueiredo, o representante da Escola Profissional de Tondela, o presidente do núcleo de Viseu da Aspea, alguns “Padrinhos da Floresta” e os GIPS. Na sessão participaram os alunos do PROSEPE, os alunos de Jardinagem da EST e os alunos do 4.º ano do centro escolar de Tondela, do agrupamento Cândido Figueiredo.

Foi feita uma breve apresentação do projeto “Renascer das Cinzas” e dado a conhecer o programa de atividades no âmbito da educação ambiental para as escolas do concelho. Os alunos do 4.º ano do agrupamento Cândido Figueiredo apresentaram o poema que integrará o hino dos “Padrinhos da Floresta” e foi lançado o concurso do logótipo deste projeto, dirigido aos alunos de Artes da Escola Secundária de Tondela.

Seguidamente fez-se uma visita guiada ao germinador. Fica assim em funcionamento este equipamento, que pretende ser um centro de produção de plantas autóctones, para utilização nas campanhas de reflorestação na serra do Caramulo, dando-se mais um passo significativo na concretização do projeto “Renascer das Cinzas”. As sementes e as estacas recolhidas na serra do Caramulo serão utilizadas para produzir árvores e arbustos que, para além da reflorestação da serra, podem também ser utilizados nos jardins e espaços públicos do concelho. A Câmara Municipal de Tondela, parceira fundamental do projeto, disponibiliza um jardineiro para ajudar no trabalho de acompanhamento e manutenção da estufa. Este equipamento fica igualmente disponível para trabalho experimental no âmbito das ciências e do curso Vocacional de Jardinagem.

No dia da apresentação pública, o germinador foi visitado pelos alunos do PROSEPE da Escola Secundária de Tondela e pelos alunos do 1.º CEB do centro escolar de Tondela, que participaram na sementeira das sementes recolhidas na serra do Caramulo.

 

 

Corta-mato - fase distrital

Foi na gelada e húmida manhã do dia 25 de janeiro que decorreu no Parque Desportivo do Fontelo a fase distrital do corta-mato escolar. O nosso agrupamento fez-se representar com uma comitiva que ultrapassou os 100 alunos de entre as várias escolas do agrupamento.

De entre todas as meritórias e excelentes participações, destacamos os alunos da Escola Secundária de Tondela Tiago Clamote (7.º D), com o 2.º lugar em infantis B masculinos, e Sara Silva (12.º A), que mais uma vez atingiu o 2.º em juvenis femininos.

Este ano, fruto de uma maior homogeneidade das nossas equipas, os alunos da equipa de infantis B sagraram-se campeões distritais por equipas e a equipa de juvenis feminina atingiu um surpreendente 2.º lugar na classificação geral. Parabéns a todos.

 

Dia internacional da memória do Holocausto (27 de janeiro)

Com o intuito de assinalar o 71.º aniversário da libertação de Auschwitz e de homenagear as suas vítimas, a Escola Básica do Caramulo quis relembrar este evento histórico com duas exposições: “Heróis do Holocausto” (de 18 e 22 de janeiro) e “Reação dos artistas ao Holocausto” (de 18 de janeiro a 12 de fevereiro).

A exposição “Heróis do Holocausto” pretendeu homenagear pessoas que arriscaram a vida, liberdade ou posição social para salvar judeus da sanha violenta do nazismo, chamadas “justos entre as nações”. O número de mortos deste genocídio teria sido maior caso não houvesse a coragem e a solidariedade de milhares de anónimos, heróis e mártires, entre os quais se destaca o cônsul Aristides de Sousa Mendes, de origem beirã.

Na exposição “Reação dos artistas ao Holocausto” foram exibidas diversas reproduções de obras artísticas que exploram uma gama de reações ao Holocausto. Partem das experiências pessoais dos sobreviventes, bem como da abordagem mais documental de artistas de guerra que registaram os campos de extermínio, após a sua libertação. No pós-guerra, um certo número de sobreviventes voltaram-se para a arte como uma terapia para os seus traumas. As suas obras tiveram o mérito de conservar o legado da contínua perda, do desespero e da exclusão.

A exposição “Heróis do Holocausto” foi também apresentada na Escola Secundária do Tondela e na Escola EB 2,3 de Campo de Besteiros. As apresentações foram organizadas em parceria com as disciplinas de Educação Moral Religiosa Católica, História e com o apoio da biblioteca escolar do Caramulo.

 

Concurso Nacional de Leitura

A Escola Secundária de Tondela aderiu ao Concurso Nacional de Leitura, uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura. Na primeira fase do concurso (escola), foram apurados os seguintes alunos: do 3.º ciclo, Catarina Ferreira (9.º B), Guilherme Simões (8.º A) e João Pedro Araújo (8.º B); do ensino secundário, Ana Margarida  Almeida (12.º A) e Jéssica Gonçalves (11.º H). Estes alunos competirão na segunda fase do concurso (distrital) em abril.

Parabéns aos alunos vencedores e a todos os participantes/leitores!

 

Projetos premiados no concurso de ideias da Fundação Ilídio Pinho

A 13ª Edição do Projeto Ciência na Escola, da Fundação Ilídio Pinho, este ano com o tema “Ciência e tecnologia ao serviço de um mundo melhor”, distinguiu dois projetos do nosso agrupamento no concurso de ideias.

O projeto com o título “Produção de espumas orgânicas em substituto de espumas de poliuretano” concorre ao 5.º Escalão (Sec.) e é coordenado pelo professor João Costa. É desenvolvido pelos alunos do ensino profissional da Escola Secundária de Tondela e pretende produzir espumas orgânicas para substituição de espumas comerciais de poliuretano, a partir de resíduos florestais, principalmente de eucalipto, pinheiro manso e austrálias. Paralelamente, pretende produzir licores de polifenois a partir de casca de eucalipto, glicerina e um alcali.

O projeto com o título “Plantas autóctones nos nossos jardins” concorre ao 3.º Escalão (2.º CEB) e é coordenado pelo professor Luís Costa. É desenvolvido com os alunos da EB 2,3 do Caramulo e pretende promover o conhecimento da diversidade vegetal, em particular as plantas autóctones com interesse para os espaços verdes. Paralelamente, pretende produzir plantas a partir de sementes recolhidas na serra do Caramulo, no germinador instalado na escola secundária de Tondela, em parceria com o Projeto “Renascer das Cinzas”.

 

Recolha de sementes de plantas autóctones na serra do Caramulo

No dia 16 de dezembro, três grupos de alunos da Escola Secundária de Tondela e da Escola EB 2,3 do Caramulo, acompanhados por professores de Ciências Naturais do Departamento de Ciências Experimentais, realizaram uma colheita de sementes de plantas autóctones na serra do Caramulo. A recolha das sementes ocorreu em vários locais, nas franjas não afetadas pelos incêndios e foram colhidas essencialmente sementes de carvalho, sobreiro e azevinho.

Esta atividade, inserida no plano de atividades do projeto “Renascer das Cinzas”, distinguido com o Prémio Escolar Montepio 2013, tem como objetivo produzir plantas autóctones no germinador instalado na Escola Secundária de Tondela. As plantas produzidas serão utilizadas nas campanhas de reflorestação com o intuito de promover a recuperação de espécies e ecossistemas ameaçados pelos incêndios de 2013 da Serra do Caramulo, respeitando a diversidade genética das plantas autóctones, isto é, específicas desta região. Poderão ainda ser utilizadas nos jardins e espaços públicos.

O Agrupamento de Escolas de Tondela Tomaz Ribeiro agradece a colaboração dispensada pela Câmara Municipal de Tondela e das Juntas de Freguesia de Tondela e Nandufe, Molelos e Guardão que colaboraram no transporte dos alunos e professores.

 

Decorações de Natal

O Departamento de Línguas Estrangeiras decorou alguns espaços da Escola Secundária de Tondela com Coroas de Advento e postais de Natal elaborados pelos alunos de Alemão (10.º e 11.º anos) e Francês e Inglês do 7.º ano.

 

Roda dos alimentos ao vivo

No âmbito das disciplinas de AEDT (Acompanhamento ao Estudo do Diretor de Turma), Ciências Naturais e do Programa de Educação para a Saúde (PES), os alunos do 9.º ano da Escola Secundária de Tondela foram convidados a construir uma roda dos alimentos ao vivo. Esta atividade foi realizada no dia 25 de novembro, no seguimento da comemoração do Dia Mundial da Alimentação Saudável, em 16 de outubro.

Os alunos participaram diretamente, trazendo alimentos naturais (correspondentes aos sete sectores da roda dos alimentos), construindo a roda e pesquisando informação. Ao longo da manhã, foram distribuídos sumos naturais, confecionados e servidos pelos alunos do curso profissional de receção e do curso vocacional. Foram, ainda, colocadas em pratos as várias porções que se deve consumir em cada refeição, demonstrando-se assim a importância que os alimentos têm e o modo como se devem variar.

Todos os que acompanharam de perto esta atividade puderam compreender a quantidade de alimentos que se deve consumir ao longo de um dia, durante toda a vida, a fim de se manter um alimentação saudável.

Texto: Ema B. Meira e Mariana Cunha (alunas do 9.º A)

 

Magusto - Associação de Pais e Associação de Estudantes

A Associação de Pais (AP) da Escola Secundária de Tondela, em colaboração com a Associação de Estudantes (AE), realizou o seu magusto, no passado dia 28 de Novembro, no recinto da escola.

Embora já um pouco depois do dia de S. Martinho, esta atividade permitiu a todos os pais e encarregados de educação partilharem e conviverem entre si, aproveitando também para conhecerem o espaço da escola onde os seus filhos passam a maior parte do tempo. Este magusto serviu também para que toda a comunidade educativa pudesse conhecer a nova AP, recentemente eleita em assembleia-geral. 

De realçar o trabalho realizado pela AP na preparação deste magusto, que começou com a apanha da caruma e das castanhas, para que tudo corresse bem. Por seu lado, ao empenho dos estudantes da AE, também recentemente eleita entre os pares, se ficou a dever a divulgação do evento, através de cartazes e nas redes sociais, assim como a música ambiente e a venda das bebidas não alcoólicas.

Outro aspeto a sublinhar foi a entusiástica participação dos pais que quiseram colaborar com saborosas sobremesas. As receitas obtidas com a venda das bebidas, entre as quais não faltou a tradicional jeropiga, reverteram a favor da AE.

Foi uma tarde bem passada, com o tempo ameno a ajudar, onde pais, alunos, professores e direção da Escola estiveram presentes para, num ambiente informal, fortalecer os laços de corresponsabilidade tão necessários para uma Escola Inclusiva.

 

Exposição - 70 anos do fim da II Guerra Mundial

De modo a celebrar o 70.º aniversário do fim do conflito (1945), a Escola EB 2, 3 do Caramulo quis relembrar este relevante evento histórico com uma exposição. A iniciativa, intitulada “A Segunda Guerra Mundial vista pelos olhos dos civis”, decorreu entre os dias 13 de novembro e 4 de dezembro, e consistiu na exibição de mais de cinco dezenas de reproduções de fotografias da época.

A mostra visou olhar o conflito através dos olhos dos civis. Foram retratados episódios comoventes sobre a vida dos refugiados, que tiveram de adaptar-se à separação da família e amigos, bem como de crianças que ficaram em vilas e cidades durante a Blitz. Através dos vários documentos patentes, os visitantes puderam obter informações sobre a evacuação, a ameaça de ataques com gás, precauções contra os bombardeamentos aéreos, racionamento, escola, trabalho, entretenimento e as celebrações do fim do conflito.

A apresentação, legendada em português e inglês, pretendeu também promover a educação e a compreensão entre gerações, assim como recordar e fazer refletir sobre os acontecimentos dramáticos que marcaram a Europa e o mundo há 70 anos.

Esta exibição foi organizada numa parceria entre a biblioteca escolar e o grupo disciplinar de História.  

 

Halloween

O grupo de Inglês da Escola Secundária de Tondela celebrou o Halloween com decorações alusivas ao tema, tendo tido, para este efeito, a colaboração dos meninos do Jardim de Infância de Santiago de Besteiros e dos alunos do 10.º ano da turma de Artes. A biblioteca escolar organizou ainda uma sessão de leitura de um conto de Edgar Allan Poe.

 

 

Entrega de diplomas

Cerimónia anual de entrega de diplomas aos alunos que concluíram o ensino secundário no ano letivo anterior. Ver fotos

 

 


bottom

Powered by Joomla!. Design by: themza joomla 2.5 themes  Valid XHTML and CSS.